Telemedicina: Vantagens e Desvantagens para os Idosos

Você conhece as vantagens e desvantagens da telemedicina para os idosos? Se quer conhecer um pouco mais sobre este tema, o artigo será excelente pra você!

Como você sabe, com o aumento da expectativa de vida da população, há também o aumento de pessoas com problemas de mobilidade, onde a telemedicina é a solução ideal para garantir a melhor qualidade de vida dos idosos.

A tele consulta é uma verdadeira revolução que permite aos idosos um atendimento adequado, ser acompanhados por um médico e até atender aqueles que não contam com um serviço de saúde perto de suas casas.

Vamos mostrar aqui as vantagens e desvantagens da telemedicina para os idosos, mas, na verdade, são muitos mais prós que contras.

Neste artigo, vamos aprender um pouco mais sobre a telemedicina e também quais são os prós e contras para o uso dessa tecnologia no bem-estar dos idosos.

O que é telemedicina?

Antes de detalhar as vantagens e desvantagens da telemedicina, é importante ter uma ideia melhor do que se trata e uma visão geral sobre suas vantagens e desvantagens.

A telemedicina, ou medicina à distância, é uma forma de prática médica que acontece à distância com o uso de tecnologias de informação e comunicação.

É como se fosse uma versão moderna da consulta em domicilio de profissionais de saúde mas sem contato físico.

A verdade é que algumas pessoas possuem certo receio com a telemedicina. Muitos ainda preferem o contato físico com o médico, outras, simplesmente não tem a disciplina de se consultar a distância.

Mas algo já sabemos: a telemedicina é uma real tendência na área da saúde, sendo usada em praticamente todos os países do mundo, e assim, supera as fronteiras geográficas.

Já pensou no poder de ser consultado pelo mesmo médico, independente se estiver viajando? Já imaginou não perder horas e horas aguardando ser consultado? Este é o poder da telemedicina.

E há ainda quem acredita que este modelo não funcionaria em nosso país por questão tecnológica. Estima-se que cada pessoa possui pelo menos um smartphone, e o acesso a Internet é cada vez mais comum em diversas classes de nossa sociedade.

Portanto, a tele consulta pode democratizar o atendimento médico com qualidade. Todos podem ter acesso a serviços de saúde, principalmente idosos que apresentam ou não dificuldades de deslocamento.

E tem um potencial enorme de melhorar a saúde dos idosos e promover uma melhor qualidade de vida.

Quais as vantagens e desvantagens da telemedicina para os idosos

Existem diversas vantagens de se utilizar o poder da telemedicina para os idosos. Graças à evolução das tecnologias, o setor de saúde, em especial aquele dedicado ao cuidado dos idosos, vem melhorando bastante.

A telemedicina é uma dessas tecnologias, que apresenta diversas vantagens para os idosos. Abaixo, nós detalhamos quais são as principais vantagens da telemedicina para os idosos.

Melhora o acesso aos cuidados médicos

Fora as barreiras geográficas, a perda de autonomia constitui também um obstáculo ao acesso aos cuidados médicos.

Quanto mais os anos passam, mais difícil fica para o idoso se locomover, onde a telemedicina permite um atendimento aos idosos sem que tenham se deslocar até um consultório.

Permite também ao médico garantir um acompanhamento de qualidade, uma vez que o atendimento não depende da locomoção do paciente.

Por exemplo, é muito normal os idosos apresentarem problemas no joelho, e através da telemedicina, é possível ter acesso a um médico joelho que atende Unimed.

Além disso, estamos vivendo em tempos de pandemia. Neste caso, o isolamento social é extremamente importante, e deste modo, reduz-se também o risco de contaminação.

Um outro ponto importante a ser considerado na telemedicina é a possibilidade do atendimento médico em áreas de difícil acesso no Brasil. Por exemplo: existem iniciativas que buscam levar tecnologia para diversas tribos indígenas justamente para promover a telemedicina.

Economiza tempo

Um dos grandes problemas nos dias de hoje é o tempo que levamos para cumprir compromissos presenciais.

Com a telemedicina, nem o paciente nem o médico precisam se deslocar.

Isso é excelente pois permite às duas partes economizar tempo. Por isso, problemas comuns no deslocamento tanto relacionado ao preço das viagens quanto o tempo gasto na viagem são praticamente reduzidos a zero.

Outra grande vantagem é que o paciente não precisa ficar horas em uma sala de espera para ser atendido. Devido ao avanço tecnológico, o médico tem a possibilidade atender mais pacientes e também organizar melhor a sua agenda. E caso atrase alguns minutos, não há problema algum pois o paciente poderá estar no conforto de sua casa.

Promove trocas entre médicos

A medicina à distância não só beneficia dos pacientes mas também os médicos.

Com a praticidade e o poder da comunicação, torna o ambiente ideal para compartilhar informação entre os profissionais da saúde.

Eles podem trocar informações entre si, melhorar suas competências, compartilhar experiências e solicitar uma segunda opinião.

Melhora o atendimento de idosos com doenças agudas ou crônicas

Outra vantagem da telemedicina para os idosos é reduzir internações em hospitais devido a doenças agudas ou crônicas.

Graças às videoconferências, os médicos podem monitorar a evolução da doença dos pacientes e permanecer em contato com eles.

E todos sabemos, especialmente nesses tempos de pandemia, que se deve evitar ao máximo à ida a hospitais, principalmente os idosos. Além da carga viral em hospitais serem elevadas, há um grande risco de se contrair a COVID-19 e suas variantes. Por isso, a tele medicina é tão importante nos dias de hoje.

Apesar de todas esses benefícios, existem algumas desvantagens também, e serão discutidas no próximo tópico deste artigo.

Quais as desvantagens da telemedicina

Como você já leu acima, existem diversas vantagens em usar a telemedicina. No entanto, é possível ter ter também alguns inconvenientes.

Sem dúvida, sua principal desvantagem é a perda do contato humano com o médico. Para muitos idosos, é um fator importante para pessoas idosas cujo risco de isolamento é maior.

Outro ponto, é que geralmente os idosos vão precisar de ajuda para manusear os dispositivos, como computador ou celular. E neste caso, muitos não possuem ajuda para utilizar esses dispositivos – o que pode tornar a consulta muitas vezes difícil para o idoso.

Mas essas coisas podem ser facilmente resolvidas. Basta o idoso contar com o suporte de familiares ou cuidadores, seja para fazer companhia ou ajudá-los no momento do agendamento e atendimento na tele consulta.

Como funciona a telemedicina para idosos?

Existem hoje várias plataformas que viabilizam o uso da telemedicina, que permitem a realização de consultas à distância.

As tele consultas podem ser feitas por videoconferência ou telefone, e o aplicativo pode ser baixado no computador ou smartphone.

A telemedicina possibilita também um trabalho colaborativo entre o médico e os familiares que acompanham o idoso, dando todas as orientações.

Vale lembrar que é possível também solicitar exames, fazer prescrições médicas, o que agiliza todo o processo.

De fato, os idosos são os que mais têm se beneficiado com o avanço da telemedicina, pois mesmo à distância, se sentem acolhidos e sabem que existe um médico que está cuidando deles.

Conclusão

Este é o nosso artigo sobre telemedicina, focado especialmente nos idosos.

Sem dúvida, a telemedicina pode melhorar a saúde de várias camadas sociais e pode tornar mais acessível o atendimento médico profissional.

Além disso, é possível também melhorar a qualidade dos atendimentos, uma vez que o paciente pode ser consultado em sua própria casa ou em um local próximo e adequado.

Com toda certeza, temos uma possibilidade real de democratizar nosso sistema de saúde e promover bem estar e qualidade de vidas não apenas para idosos mas também para toda a população.

Comentários estão fechados.